VARIEDADES YOUTUBE

Loading...

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

JUVENTUDE RURAL

Acompanhei, hoje, o I Seminário Nacional de Juventude Rural promovido pelo mandato do deputado federal Elvino Bohn Gass (PT/RS) em parceria com Via Campesina, Fetraf e Contag, com participação do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Educação e Secretaria Nacional da Juventude.

Entre as principais proposições dos jovens:
* Direito à terra, com uma reforma agrária efetiva que garanta a distribuição de terras em quantidade, com qualidade e condições suficientes para uso e garantia da sucessão familiar;
** Educação contextualizada e no campo, em todos os níveis, para toda a população do campo;
*** Formação, crédito e assistência técnica adequados.

Ao final, dois desafios ficaram evidentes: a necessidade de maior participação dos movimentos sociais em todas as esferas e em todas as etapas das políticas públicas da/para juventude (proposição, formulação, execução, controle e avaliação) e a importância de mobilização da juventude para realizar as conferências locais de juventude que culminarão na Conferência Nacional de Juventude, em dezembro de 2011.

Informe-se e participe!!

domingo, 28 de agosto de 2011

A IMPRENSA TRIBUNAL

A imprensa tem um papel importante: o de informar, comunicar fatos, emitir opiniões e formar opinião. O que a imprensa brasileira (e capitalista, em geral) tem jogado no lixo é um requisito fundamental para quem assume essa missão com ética, seriedade e responsabilidade. Só informa bem, comunica fatos e pode emitir opinião quem pesquisa, fundamenta suas hipóteses, verifica a diversidade de facetas, elementos e contradições existentes em torno do fato a ser noticiado.
Acontece que fazer imprensa, assim, dá muito trabalho e nem sempre causa o show desejado. Cada vez mais a imprensa está se habituando exatamente a fazer barulho em torno de hipóteses e não de fatos. Interessa à mídia falar primeiro, e não falar de modo fundamentado. Formulam-se as hipóteses e cria-se o sensacionalismo. Quanto mais mirabolante a hipótese e mais chocados ficarem os expectadores, melhor.
Feito o barulho a mídia deixa a população em geral fofocando, vira as costas e vai produzir outras factóides que gerem novas fofocas, atendam a seus interesses de mercado, audiência e lucro e sirvam aos interesses dos seus senhores.

E se, depois, provar-se que a verdade dos fatos é outra? Dane-se a verdade dos fatos. Verdade nem sempre atrai, nem sempre causa euforia, nem sempre gera fofoca, nem sempre vende e nem sempre serve aos interesses dos senhores. Vindo à tona a verdade, a mídia simplesmente continua de costas, como quem diz: "Tô nem aí.", ou "vem cá, eu te conheço?"
É passada a hora de aperfeiçoar os mecanismos de controles éticos e dos padrões democráticos de responsabilização da imprensa. Liberdade não significa império da vontade privada do dono do mercado da comunicação; liberdade não se confunde com arbitrariedade para julgar à revelia e condenar sem o devido direito a defesa prévia. Comunicar com liberdade não significa fazer o que bem entende, do jeito que bem quer, a serviço de interesses privados e conveniências de quem manipula o gatilho da imprensa a seu favor.

Precisamos fortalecer a imprensa livre e isso impõe o dever democrático de aumentar o nível de exigência e aceitação em relação aos produtos da mídia. E é preciso que se avance no instituto e nos mecanismos de reparação de danos e prejuízos causados por manchetes e notícias sensacionalistas, sem fundamento e sem o devido rigor de apuração preliminar dos fatos.
Pior ainda para aquelas empresas de imprensa que se auto delegam a função de juízes e tribunais.

A experiência popular já afirma há tempo que sabedoria não é necessariamente falar primeiro, ou falar mais. Sabedoria é falar com propriedade. Que a imprensa aprenda essa lição, ou pague o preço pela sua irresponsabilidade. Precisamos uma imprensa cada vez mais livre. Portanto, cada vez mais responsável.

Quem não tem o que dizer, que pesquise antes, estude, prepare, conheça o assunto ou fato sobre o qual pretende manifestar-se. Se tiver preguiça, for incapaz ou achar inconveniente fazer um trabalho sério, ache algo mais fácil para fazer ou mantenha-se calado. "Falar" dá trabalho mesmo e é um exercício exigente.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O BRASIL NAS MÃOS DO POVO BRASILEIRO

Uma das iniciativas importantes dos dois governos Lula e do atual governo Dilma é a busca de elevação da autoestima, da valorização, do reconhecimento e do estímulo do talento tão ímpar do povo e da Nação brasileira. Temos muito o que conquistar... muita desigualdade a combater... muita injustiça a corrigir. Temos uma Nação a construir, com lugar garantido e digno para cada um, para todos e para todas. Avante, Brasil. À luta, bravo povo trabalhador brasileiro.

http://www.secom.gov.br/sobre-a-secom/publicidade/campanhas-de-publicidade-institucional/brasil-em-boas-maos
Quem tiver a oportunidade de passar por Brasília nos próximos dias, ou assistir o desfile de 07 de Setembro, terá em cada prédio da Esplanada dos Ministérios um belo banner referindo-se às várias facetas da construção  coletiva do Brasil. Vale a pena conferir.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

BRASÍLIA, EM SUA CASA

Marcha das Margaridas 2011
A GENIALIDADE DOS PROJETOS DE OSCAR NIEMEYER, OS TRAÇOS DE LÚCIO COSTA, A TENACIDADE DOS CANDANGOS TRABALHADORES TRANSFORMANDO A PAISAGEM EM CULTURA E ARTE...CONSTRUINDO BRASÍLIA, PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DA HUMANIDADE.

COM O MUSEU VIRTUAL BRASÍLIA É POSSÍVEL CONHECER UM POUCO DA CAPITAL FEDERAL SEM SAIR DE CASA... E SENTIR AINDA MAIS VONTADE DE VISITAR E CONHECER "AO VIVO".

http://www.museuvirtualbrasilia.org.br/

Veja, também:
http://www.avidaeumsopro.com.br/pt/home.php

sábado, 13 de agosto de 2011

Hasta Siempre, Che!!

A todos e a todas que mantêm a revolucionária atitude, capacidade e postura de indignar-se e rebelar-se contra toda e qualquer injustiça, discriminação, preconceito ou agressão à vida.
Obrigado, Che!